quinta-feira, 13 de julho de 2017

PRIMEIRO LAR ESPIRITA

A IGREJA DO CAMINHO
Primeiro Lar Espírita

Após a partida do Mestre, deixando à humanidade, como herança divina, o amor que havia derramado entre os homens, Pedro, sentindo a grande responsabilidade de auxiliar material e espiritualmente a imensa quantidade de enfermos do corpo e da alma, resolveu fundar em Jerusalém o primeiro Lar Espírita a que denominou-Igreja do Caminho-,assim chamada por situar-se à beira da estrada que se dirigia à Belém.
Pedro foi incansável no trabalho cristão, amparando, confortando e curando a todos os necessitados que se achegassem. Ao seu lado encontravam-se João, Felipe, Estevão, Tiago, Nicanor, Prócoro e outros.
Coxos, estropiados, cegos, paralíticos, doentes de toda espécie, uns a pé, outros em maca se transportaram até a Igreja do Caminho, onde os discípulos de Jesus comandados por Pedro os socorriam material e espiritualmente exercendo a verdadeira caridade  ensinada pelo Mestre Jesus: dando de graça o que de graça haviam recebido.
O primeiro Lar Espírita continuou a obra de Jesus praticando o amor cristão suprindo aos necessitados do pão material e do pão espiritual.
Os Centros Espíritas, à semelhança da Igreja do Caminho, cumprem exatamente o que Jesus preconizou, a fim de que amemos ao próximo tanto quanto ele nos amou e, ainda nos ama: distribuindo o pão do corpo e o pão do espírito, este bem mais importante do que aquele, embora, ambos necessários.
Que todos os que se dizem cristãos, pertencentes a qualquer seita ou denominação, procurem na Igreja do Caminho, a Igreja do Cristo, o exemplo, servindo desinteressadamente, dando de graça o que recebeu de Deus.

TEMPLO DO ESPIRITO e Templo Augusto de Deus

O Espiritismo não restringe Deus entre as paredes de um templo da terra, porque a nossa missão é converter toda a terra no Templo Augusto de Deus.
Jesus não nos pede que guardemos altares de matéria perecível, mas sim a guarda do Templo do Espírito.
Sabemos que a harmonia interior não é artigo de oferta e procura nos mercados terrestres, mas aquisição espiritual só acessível no Templo do Espírito.
Não nos basta a crença que espera; indispensável é o amor que confia e atende, transforma e eleva, como vaso legitimo da Sabedoria Divina.
A Divina Lei, não nos concede paraíso de favor, nem estabelece infernos eternos.
Segundo a doutrina espírita, o arrependimento é, porem, caminho para a regeneração e nunca passaporte direto para o céu.
Se o conhecimento auxilia por fora, só o amor socorre por dentro.
O amor emite raios de luz, o ódio arremessa estiletes de treva.
´´Jesus fundou a religião do AMOR UNIVERSAL que os homens dividiram em varias escolas orientadas pelo sectarismo.O ESPIRITISMO EVANGÉLICO, codificado por Kardec é a escola cristã que restaurou as práticas da IGREJA DO CAMINHO, a IGREJA DO CRISTO.``
Escrito em Setembro de 2009 Braz José Hoschette



JUSTIÇA É UMA COISA, TIRANIA OUTRA, BEM DIFERENTE

Jesus que andou entre os marginalizados, os escravizados, doentes e menos favorecidos, nos ensinou à prática do bem, da caridade, da fraternidade, da indulgência . Foi considerado perigoso aos detentores do poder, que não queriam repartir seus bens e temiam pela desestabilização do regime político, e por isso foi condenado pela justiça oficial da época.
Somente a "A JUSTIÇA DIVINA, É IMPARCIAL "Ela é ponderada com a misericórdia e o amor de Deus.
A justiça humana, muitas vezes, é tirania disfarçada 

quarta-feira, 12 de julho de 2017

"A LUZ DIVINA"
Toda manhã, ao acordar, nesta época do inverno no Brasil, acordo e antes de raiar o dia abro a janela de meu quarto, olho para o céu, e vejo uma estrela muito brilhante, que na verdade,não é uma estrela, mas sim, um planeta refletindo a luz do sol, que aqui no Brasil, chamamos de " A ESTRELA DALVA, OU A ESTRELA DA MANHÃ, que me faz lembrar de Deus nosso Pai, do divino amigo Jesus, nossa mãe Maria de Nazaré e dos amigos de luz que vivem na imensidão dos céus e dos sóis infinitos.
Hoje, quando acordei abri a janela e olhei para o céu e vi este luzeiro de Deus que estava brilhando ainda mais. . .
Muito obrigado Deus, por mais um dia, e por tudo, muito obrigado!
Braz José Hoschette

sábado, 24 de junho de 2017

JOÃO BATISTA, "ELIAS REENCARNADO"

JOÃO BATISTA “O PRECURSOR

O Anjo disse a Zacarias: A tua suplica foi atendida. Isabel a tua mulher, vai dar-te um filho e o chamaras João. Lucas capitulo 1, versículo 13
Chegou então, o dia em que Isabel devia dar a luz e teve um filho. Ao oitavo dia vieram circuncisar o menino e queriam dar o nome do pai Zacarias, mas tomando a palavra a mãe disse: Não há de chamar-se João. Lucas capitulo 1, versículos; 57,58 e 59
Jesus disse: “Em verdade em verdade vos digo: Entre os nascidos de mulher, não apareceu ninguém maior que João Batista; e, no entanto, o menor no Reino dos Céus é maior que ele. Desde os dias de João Batista até agora, O Reino dos Céus tem sido objeto de violências e os violentos apoderaram-se dele a força. Porque todos os profetas e a Lei profetizaram até João. E se quereis acreditar, ele é o Elias que estava para vir. Quem tem ouvidos, ouça!” Mateus capitulo 11, versículo 11 ao 15
No aniversario de Herodes a  filha de Herodíades  dançou em publico e agradou a Herodes, pelo qual ele se comprometeu, sob juramento a dar-lhe o que pedisse. Induzida pela mãe, respondeu: “Dá-me aqui,  num prato, a cabeça de João Batista. E assim foi feito, depois  os seus discípulos, buscaram o cadáver e sepultaram-no; depois foram dar a noticia a Jesus. Mateus capitulo 14, versículo 1 ao 9
Jesus levou Pedro, Tiago e João a um alto monte. Transfigurou-se diante deles: O seu rosto resplandeceu como o sol, e suas vestes tornaram-se brancas como a luz. Nisso apareceram Moisés e Elias a conversar com eles. Mateus capitulo 17, versículo 1 ao 3
Os discípulos perguntaram a Jesus: Então porque é que os escribas dizem que Elias voltará primeiro? ”Sim Elias há de vir e restabelecera todas as coisas”. Eu,  porem, vos digo: Elias já veio e não o reconheceram; trataram-no como quiseram. Assim também, hão de fazer sofrer o Filho do Homem. Então compreenderam os discípulos que se referia a João Batista. Mateus capitulo 17, versículo 9 ao 13


Fica bem claro pela narrativa dos evangelhos, que João Batista foi a  reencarnação de Elias e foi o espírito mais evoluído que encarnou até então na Terra, nascera de uma mulher e desencarnou pela decapitação, seu corpo foi sepultado e seu espirito estava no mundo espiritual em um corpo espiritual (perispiritual), tal qual se mostrou à Jesus, Pedro, Tiago e João. 
Braz Hoschette

quarta-feira, 14 de junho de 2017

"A DIVINA ESCOLA DO AMOR"

“JESUS, E A DIVINA  ESCOLA DO AMOR”

Jesus quando ainda adolescente, aproximadamente 16 anos, foi visitar a comunidade dos Essênios , localizada perto da cidade de Hebron e próxima ao mar Morto.
Sua beleza radiosa, emanava  luz intima. O semblante amoroso, lembrava que procedia  dos Céus. Cabelos dourados até os ombros. Olhos claros brilhantes. A voz meiga envolvia a todos em vibrações suaves e inexplicáveis.
Quando em certo momento, encontrou-se com um jovem chamado Josafá, voltando-se para ele, com um olhar doce e meigo disse:-Foste  chamado por Deus para colaborar na Seara de Luz, no mundo. Tua tarefa prende-se às conquistas espirituais das criaturas, em razão de sérios compromissos assumidos por tua livre escolha. –Estarás presente às decisivas  fase de transição do planeta. Josafá que era essênio, devido à sua pouca idade ainda não havia aprendido sobre a reencarnação, que só era ensinada aos mais velhos da seita, estranhou a fala do jovem iluminado e disse:-Como? Então a redenção das criaturas será imediata? Jesus disse:- Não te assuste meu bom Josafá . O trabalho alcançara milênios.
Reuniram-se numa noite, cerca de cinquenta irmãos da seita, em torno de Jesus, quando o jovem começou a falar:- Irmãos que a paz de Deus habite em nossos corações para sempre. O desejo de todos aqui, situa-se na direção do bem comum e no anseio da liberdade espiritual. É necessário que coloqueis as vossas vidas em dar-se aos semelhantes. Vede  bem:- a miséria não espera por ninguém. Encontraste um mendigo, servi-o logo, amanhã talvez seja muito tarde; o infeliz pode estar vivendo os últimos minutos da existência, à falta do alimento revitalizador.
Aliviai os enfermos, enquanto ha vida em seus corpos maltratados, para que a morte não te roube a oportunidade de servir.
Ide ao encontro dos que sofrem, amparai-os sempre, colocando o amor mais puro em vossas atitudes.
O Pai aguarda o máximo de vossos corações “na semeadura do Amor”, entre as criaturas. Todos devem se unir para maravilhosa fusão do Amor, que salvara a humanidade.
- Os servidores da Divina Escola do Amor fundamentam-se no desejo bom e permanente de atender às necessidades do próximo, aqui é um enfermo; ali o faminto; acolá é o deprimido que roga atenção e uma palavra amiga. A oportunidade de servir é “HOJE”.                                                                                           
-Colocai nos caminhos tristes da ignorância e da dor os companheiros preparados para a grande tarefa do amor. Os escolhidos da Divina Misericórdia devem dar o testemunho da bondade, do devotamento e da compreensão. “ A DOR PERMANECERA NA TERRA ATÉ QUE O AMOR SE DERRAME EM TODA AS CONSCIÊNCIAS”.

Todos vós fareis parte das arrancadas decisivas do Amor, em todos os tempos como 

“MENSAGEIROS DO PAI”.
Bibliografia Livro A GRANDE ESPERA de Corina Novelino (Eurípedes Barsanulfo_espirito)



domingo, 11 de junho de 2017

"A CARIDADE COM AMOR"

A CARIDADE COM AMOR” É A ÚNICA MOEDADA QUE RESGATA NOSSA DIVIDA  PARA COM A JUSTIÇA DIVINA
 Um fariseu convidou Jesus para comer com ele. Entrando na casa do fariseu se pôs à mesa. Ora, uma mulher, conhecida como pecadora naquela cidade, ao saber que ela estava à mesa em casa do fariseu trouxe um vaso de  alabastro com perfume; colocando-se por detrás dele e chorando, começou a banhar-lhe os pés com lagrimas; e enxugava-os com os cabelos, ungindo-os com perfume. Vendo isso o fariseu pensou se este homem fosse profeta, saberia que e de que espécie é esta mulher que o toca, porque é uma pecadora! Então, Jesus disse-lhe: “Tenho uma coisa a lhe dizer Simão”. “Fala, Mestre”. Respondeu ele. “Um credor tinha dois devedores: Um lhe devia quinhentos denários e outro cinquenta. Não tendo eles com que pagar, perdoou os dois. Qual deles o amara mais? Simão respondeu: “Aquele quem perdoou mais, creio eu. Jesus disse-lhe: Julgastes bem, E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês esta mulher? Jesus continua falando a Simão: Entrei em sua casa e não me deste agua para os pés; ela, porem, banhou-me os pés com suas lagrimas e enxugou-os com os seus cabelos. Não me deste o beijo; mas, ela desde que entrei não deixou de beijar-me os pés. Não me ungiste a cabeça com óleo, e ela ungiu-me os pés com perfume. Por isso, eu te digo ”QUE LHES SÃO PERDOADOS OS SEUS MUITOS PECADOS, PORQUE MUITO AMOU”.
MARCOS capitulo , versículo 36 ao50
 (OBS: O costume da época era , quando chegasse uma visita em casa, colocar um recipiente com agua para que se lavasse os pés, dar um beijo e ungir a cabeça do visitante com óleo, quando não se fazia isso considerava-se como um ofensa, fica claro que Simão era falso e só convidou Jesus para ir em sua casa para sondar suas atitudes e palavras, ou seja não amava Jesus).

A caridade esta quando se coloca amor em nossas atitudes para com o próximo. Simão, convidou Jesus para fazer uma refeição em sua casa, mas não o recebeu com amor, o que de nada adianta, entretanto a pecadora, foi a que praticou a” verdadeira caridade”, pois amor nos seus atos para com Jesus naquele dia”.  Braz José Hoschette

sexta-feira, 9 de junho de 2017

"ESPIRITISMO E CRISTIANISMO UMA SÓ E MESMA COISA"

ESPIRITISMO E CRISTIANISMO É, “UMA SÓ E MESMA COISA”

Havia um homem rico que se vestia de purpura e linho fino, e vivia os dias banqueteando-se esplendidamente. Um pobre chamado Lázaro jazia ao seu portão coberto de chagas. Bem desejava ele saciar-se com o que caia da mesa do rico; e até os cães vinham  lamber-lhe as chagas. Ora, o pobre morreu e foi levado pelos anjos ao seio de Abraão. Morreu também o rico e foi sepultado. No inferno, achando-se em tormentos, ergueu os olhos e viu de longe, Abraão e Lazaro no seu seio. Então ergueu a voz e disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim e envia Lázaro para molhar em água a ponta de seu dedo e refrescar-me a língua, porquanto estou atormentado nestas chamas. Abraão respondeu-lhe: Filho lembra-te que recebestes os teus bens em vida, e Lázaro somente males. Agora ele é consolado, enquanto tu és atormentado. Além disso. Entre nos e vós esta estabelecido um grande abismo, de modo que se alguém pretendesse passar daqui para junto de vós, não poderia faze-lo, nem tampouco vir dai para junto de nós. O rico insistiu: “Peço-te, pai, que envie Lázaro a casa dos meus pais, pois tenho cinco irmãos; que os previna, a fim de que não venham também para este lugar de tormento. Disse-lhe Abraão: Tem Moises e os Profetas; que os ouçam! Replicou-lhe ele: Não, pai Abrão, mas se algum dos mortos for ler com eles, arrepender-se-ão. Abraão respondeu-lhe: Se não dão ouvidos a Moisés e aos Profetas, tampouco deixarão convencer se alguém ressuscitar dentre os mortos”.
Lucas Capitulo 16, versículo 19 a 31

Nesta parábola, Jesus nos mostra, como é a vida após deixarmos o corpo físico. O rico e Lázaro não ficaram dormindo no tumulo, à espera da ressureição do corpo físico, já estavam em corpo espiritual (perispírito), cada qual no seu devido lugar. Lázaro que passou sua provação de pobreza, sem reclamar, resgatou seus débitos e estava em um lugar bom. O rico, em sua provação de riqueza; foi vaidoso, egoísta, não praticou a caridade, foi reprovado e estava em um lugar ruim, ou seja, o umbral mais denso o abismo. Se hoje, não acreditam o que ensina a Doutrina Espirita,” O CONSOLADOR PROMETIDO”, que veio relembrar o que Jesus ensinou, inclusive esta parábola, e trazer mais ensinamentos da vida no mundo espiritual, imagina naquela época à mais de dois mil anos atrás, foi por isso, que Abraão disse que não adiantava mandar o espirito de Lázaro voltar, não iriam acreditar.
Braz José Hoschette

PRIMEIRO LAR ESPIRITA

A IGREJA DO CAMINHO Primeiro Lar Espírita Após a partida do Mestre, deixando à humanidade, como herança divina, o amor que havia der...